1. Zen out!

Procure os centros culturais na sua cidade! São diversas as vantagens de utilizá-los como locais de estudo! Além do acervo de livros, o ambiente é naturalmente silencioso e perfeito para quem busca concentração.

 

2. Organização é a chave

Foque na revisão dos conteúdos: basta organizá-los por tópicos, listas ou tabelas. Depois de fazer um planejamento semestral/mensal, priorize os assuntos que já estarão organizados numa sequência! Assim, cria-se um fluxo e nenhum conteúdo fica acumulado.

 

3. Nem só de memes se vive: utilize a internet ao seu favor!

Deixa o zap de lado e foque em plataformas de estudo online! Uma ótima ferramenta é o Me Salva, que contempla assuntos do ensino médio, auxílio para ENEM e vestibulares, e também ensino superior com professores super qualificados. Explorar o Youtube também é uma boa, canais como o HistoriAção e Toda a Matemática valem a visita.

 

4. Seu tempo, suas regras!

Escolha um horário de estudo em que você tenha plena certeza de que irá absorver o conteúdo. Para algumas pessoas, a madrugada é mais produtiva. Outros preferem acordar cedo para estudar no horário da manhã, mas a questão é realmente subjetiva.
O que importa é fazer algumas pausas para oxigenar as ideias, alongar-se entre longas horas de estudo e alimentar-se bem!
Ah, dormir também nunca fez mal a ninguém.

 

5. Treat yourself!

Ok, ok. Sabemos que o regra agora é estudar, revisar e depois estudar mais um pouco. Mas intercalar um passeio legal ou, quem sabe, um episódio da sua série favorita ajuda muito! Outra boa pedida? Fazer como o pessoal da Uliving: saia do quarto e converse com a galera. Dividir alguns anseios dessa fase da vida ajuda muito a manter o foco e diminuir o stress. Nossa estrutura foi pensada para promover esses momentos.

 

 

Compartilhe: