Já atualizou sua playlist? Então tá na hora!

certamente em síntese

Afinal, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, a Uliving listou os 5 melhores álbuns brasileiros de 2018 protagonizado pelas minas.

Todos eles ainda não saíram do ouvido da galera este ano – e você vai entender o porquê.

Primeiramente…

Aliás

1. Deus É Mulher, da Elza Soares

Uliving | Melhores álbuns brasileiros de 2018 – Elza Soares

O título até pode ser forte, mas a mulher por trás dele é mais ainda: Elza Soares, de 81 anos, se entrega ao rock no último álbum e canta sobre negritude, feminilidade e independência.

Poesia, boa música e atitude com toda a certeza fazem de “Deus é mulher” uma das produções mais autênticas da cantora.

Em síntese

2. Dona de Mim, da Iza

Uliving | Melhores álbuns brasileiros de 2018 – Iza

“Dona de Mim”, álbum da Iza, chegou pra arrasar no cenário R&B. Com uma voz inconfundível e refrões very catchy, a cantora celebra o poder feminino e sua independência nas 14 faixas do disco.

Em conclusão: girl power!

1

3. Sinto Muito, da Duda Beat

Uliving | Melhores álbuns brasileiros de 2018 – Duda Beat

Duda Beat, pernambucana que chegou pra surpreender o cenário pop brazuca, certamente ocupa o terceiro lugar da nossa lista com o disco “Sinto Muito”.

Seu som é único, com pegada pop-meio-indie e até uma pitadinha de sofrência. Com tanta musicalidade e doçura nas letras, não tinha como não conquistar a galera, né?

Em segundo lugar

4. Para Dias Ruins, da Mahmundi

Uliving | Melhores álbuns brasileiros de 2018 – Mahmundi

Pop eletrônico, cheio de sensibilidade, letras bem pensadas. Em síntese, esse é o som da carioca Mahmundi.

Seu último álbum, “Para Dias Ruins”, embala os ouvidos com suas faixas repletas de emoção, que traduzem intimidade e vivências da cantora.

Transitando entre beats e sem perder a originalidade, o disco faz jus ao seu título e é uma ótima pedida para os alegrar dias em que a gente tá meio down.

1

5. Azul Moderno, da Luiza Lian

Uliving | Melhores álbuns brasileiros de 2018 – Luiza Lian

Luiza Lian tem um estilo próprio que sem dúvida não se categoriza em qualquer gênero musical.

Violão, ritmos eletrônicos e psicodélicos, poesia e a imensidão de ser mulher: assim é “Azul Moderno”, obra mais recente da artista independente paulistana.

Que tal escolher um dos discos acima pra ser seu novo queridinho, Uliver? Aumenta o som e vem com a gente!

finalmente pois sobretudo ademais portanto

Compartilhe: